Nenhuma opção deste produto está disponível.
Indicação
A bactéria Streptococcus pneumoniae (pneumococo) é o principal agente etiológico de pneumonias, meningites e de doenças invasivas em crianças e adultos em todo o mundo. Essa bactéria encontra-se colonizada na nasofaringe das pessoas e pode gerar quadros de rinossinusite, otite média, pneumonia e doença pneumocócica invasiva. Este quadro é mais frequente em crianças e idosos, sendo responsável por uma alta taxa de mortalidade e sequelas a longo prazo. Atualmente, foram identificados mais de 90 sorotipos de pneumococos. A vacina protege contra 23 desses sorotipos da bactéria. A vacina é indicada para proteção contra infecções invasivas pelo pneumococo para pessoas maiores de 60 anos, portadores de doenças crônicas e imunocomprometidos acima de 2 anos de vida.
Esquema de aplicação
Para pessoas a partir de 60 anos, a vacina é recomendada de rotina. Para crianças maiores de 2 anos de vida, adolescentes e adultos que apresentem algum problema de saúde que aumente o risco de doença pneumocócica (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias graves; ausência de baço ou comprometimento do funcionamento desse órgão; doenças que comprometam o sistema de defesa, entre outras condições): deve ter a sua indicação avaliada pelo médico. Não é recomendada como rotina para crianças, adolescentes e adultos saudáveis. Para obtenção de maior proteção, recomenda-se o seu uso associado a um esquema com a vacina pneumocócica 13- valente conjugada.
Contraindicações
História de reação alérgica grave a algum dos componentes da vacina ou à dose anterior da mesma.
Eventos adversos
Assim como qualquer vacina, pode apresentar eventos adversos, os quais são geralmente leves e transitórios. Como efeitos muito comuns podem-se observar reações no local da aplicação como vermelhidão, dor local, dor muscular, dor de cabeça, inchaço e coceira; além de febre(<38,8°C). Com menor frequencia, pode-se observar inchaço de todo o braço, hematoma e manchas vermelhas. Todas essas reações são mais frequentes após a revacinação em períodos de tempo curtos, pois podem estar relacionadas com a presença de grande quantidade de anticorpos no organismo.